Como se trata Câncer de Mama

O mês de outubro chegou e com ele a campanha “Outubro Rosa”, mas você sabe como tratar o câncer de mama?

Quem faz o seu diagnóstico é o Ginecologista, Mastologista ou mesmo Cirurgião Geral, que você procurou com um “caroço” na mama e o que não é o ideal, pois o certo seria, você que tem mais de 40 anos, fazer todo ano, mamografia com ultrassonografia mamária e se você não gosta ou não suporta a compressão da mamografia, peça ao seu médico e exija que o seu convênio médico cubra ressonância magnética de mamas que ademais, é m exame mais complexo, e com imagens melhores e que não comprime as mamas.
Seu médico mandará fazer mamografia ou a punção com agulha fina ou também chamado de “core biopsy” de mama dirigido por ultrassonografia e a biopsia deste material é que dirá se é Câncer ou não é, assinado por médico patologista.
Seu médico fará então, a proposta de cirurgia radical ou conservadora, se o tumor for menor que 2 cm você pode pedir para operar só o quadrante onde ele está, quadrantectomia e fará a pesquisa do Linfonodos sentinela na axila do mesmo lado, se for negativo, tudo bem e se for positivo para câncer, terá que operar.
Se o tumor for maior que 2 cm, tem que ser feito a Mastectomia Radical que é retirar toda a mama.
Após a retirada do quadrante tem que fazer radioterapia e após a Mastectomia, nem sempre, vai depender de vários fatores e o oncologista clínico fará o que for melhor para você.
Quase sempre e mesmo com a axila negativa, é bom e protege mais, contra a recaída e metástase distante, fazer seis ciclos de quimioterapia e os esquemas são vários e vai depender da Imunohistoquímica e do Hercepteste que o seu Oncologista Clínico pedirá na peça da sua cirurgia.
E aí vem o avanço de novos remédios contra o Câncer que aumentarão as suas chances de cura.
Estes medicamentos são, por exemplo: Arimide, Faslodex, Aromatin, Femara, entre outros.

Trecho do livro:”Tenho câncer, e agora?”